Eliane Pegoraro – coordenadora do voluntariado do Hospital Santa Marcelina

Conversamos com com Eliane Pegoraro, coordenadora do voluntariado do Hospital Santa Marcelina sobre o papel dos voluntários no suporte dado às pacientes em tratamento. Dentre as diversas áreas de atuação da equipe, Eliane destaca a contribuição para a melhoria da qualidade de vida do paciente oncológico, dando o apoio necessário durante o tratamento do câncer: “Acolhemos, compartilhamos a dor, incentivamos a fé, transmitimos a esperança, distribuímos amor e valorizamos a vida das cerca de 20 mil pacientes atendidas todos os meses” – destaca a coordenadora.

Dentre as muitas atividades que o voluntariado desenvolve com as pacientes estão as de cunho informativo, como disponibilização de informações gerais, trabalhos em campanhas de prevenção ao câncer de mama e câncer ginecológico e orientação com FlipChart para pacientes de radioterapia e quimioterapia. Há atividades que abordam mais o aspecto espiritual e emocional como grupos de apoio, grupos de oração, visitas aos leitos e distribuição de alimentos como chás, biscoitos e balas nos ambulatórios. Estas atividades são complementadas com ações de suporte para as pacientes incluindo a realização de bingo gratuito com distribuição de brindes.

Além disso, o voluntariado fundado em 2002 coordena diversas ações de doação: há o banco de perucas – em parceria com a ONG Cabelegria – que doa uma peruca para toda paciente do HSM, há doação de bolsas para dreno, próteses mamárias e cestas básicas.

“Acolhemos, compartilhamos a dor, incentivamos a fé, transmitimos a esperança, distribuímos amor e valorizamos a vida das cerca de 20 mil pacientes atendidas todos os meses” – Eliane Pegoraro

Lidando com a necessidade contínua de pessoas dispostas a ajudar, Eliane informa o procedimento para quem quiser fazer parte do corpo de voluntárias: é preciso, antes de tudo, realizar um cadastro e passar por uma entrevista. Passada essa etapa, a futura voluntária passará por um treinamento de normas, para então escolher a área de atuação, já que o serviço exige funções bem definidas.

Para finalizar, Eliane deixa uma mensagem para as mulheres que estão passando pelo difícil momento do tratamento oncológico: “A superação do câncer envolve aceitação, determinação, luta e enfrentamento. É preciso vencer preconceitos, mudar pensamentos, repensar valores; enfim, lutar contra o câncer é QUERER VIVER, e TER RAZÕES PARA VIVER!

Eliane A. Pegoraro | Coordenadora Voluntariado – Hospital Santa Marcelina

Tel: (11) 2524-9299 | voluntariado@santamarcelina.org