Silvana Himenes - Colatina (ES)
   

Minha situação foi piorando e minha barriga estava enorme, parecia que estava com cinco meses de gestação. Fui ao pronto-socorro, onde foi feito uma cirurgia de emergência e só nesse momento descobri o câncer de ovário. A minha família ficou sabendo primeiro do diagnóstico, me contaram oito dias depois da cirurgia. Tenho uma amiga enfermeira e ela me revelou de uma forma bem delicada. Foi um susto muito grande, fiquei abalada no momento, chorei bastante, mas naquele momento minha família toda ali me dando apoio foi muito importante.

Comecei o tratamento com quimioterapia e depois fiz uma histerectomia. Depois de seis meses começou a voltar dores na virilha e cansaço. O médico decidiu voltar com a quimioterapia mesmo não aparecendo nódulos na tomografia. Precisei também retirar um líquido do pulmão e descobriu uns nódulos no peritônio. No momento estou fazendo quimioterapia e com a saúde frágil.  Meu tratamento foi todo pelo SUS e após a cirurgia encontrei médicos muitos bons e atenciosos que me ajudam na medida do possível. Conviver com o câncer é difícil, mas tenho fé e acredito na vitória”

Silvana Himenes,42 anos, professora de artesanato, mora em Colatina (ES).